Metropolitano faz boa partida, mas não evita derrota no Santista da Série A

Leonardo marcou duas vezes, Uryan e Witinho completaram para o Metrô que sofreu a segunda derrota consecutiva

O Metropolitano, da Praia Grande, acabou derrotado pelo São Paulo do Catiapoã pelo placar de 5 a 4, na noite desta terça-feira, dia 28 de novembro, no ginásio CFT Barata/Jabaquara, em Santos, em partida válida pelo grupo B do Campeonato Santista da série A.

O resultado complicou um pouco mais a situação do Metropolitano que estreou com vitória sobre a Rinaldi, mas depois perdeu para Nova Esperança e agora para o São Paulo. A equipe de Denilson Spigolon ainda vai enfrentar Vila Santista, Nova União e Versalles e vai precisar de pelo menos duas vitórias para se classificar sem depender de outros resultados.

A partida

O São Paulo saiu na frente logo na primeira oportunidade da partida, com gol marcado aos 02’06 em um passe de Romarinho para Ranny pelo lado esquerdo cutucar de bico e tirar do goleiro André para fazer 1 a 0.

Aos 4 minutos veio o empate do Metrô, em um contra ataque, o artilheiro Eliel dessa vez deu uma bela assistência para o capitão Uryan já dentro da área chutar forte e estufar a rede para fazer 1 a 1.

Mas o empate não durou muito tempo, exatos 52 segundos após ter empatado o jogo, o Metropolitano voltou a se descuidar em sua defesa e levou outro gol. Ranny desarmou Vampeta e ficou cara a cara com o goleiro André, com calma ele tocou no canto direito e saiu para comemorar o segundo dele na partida.

O Metrô quase empatou novamente após Eliel desarmar Isaac, dar dois passos com a bola e chutar de fora da área, mas ela saiu a direita do gol raspando a trave para sorte do São Paulo.

E como quem não faz toma, o São Paulo ampliou a vantagem sobre o Metropolitano. Alexandre Garrincha rolou a bola para Willian que mesmo marcado por Marcos Roberto encontrou espaço e conseguiu finalizar da entrada da área, 3 a 1.

E o jogo era muito bom, com duas equipes jogando pra frente e criando várias oportunidades. Assim, o Metrô voltou a descontar. Witinho recebeu a bola na área e com muita vontade dividiu com a marcação e colocou a bola lá dentro, era o gol que o time da Praia Grande precisava para ganhar moral novamente no jogo.

Só que novamente o time de Denilson Spigolon falhou e viu o São Paulo fazer mais um. Romarinho fez uma bela jogada individual e tocou para João Victor com liberdade finalizar sem chances para André e fez 4 a 2.

E ainda no primeiro tempo, saiu mais um gol, o terceiro do Metropolitano. Em uma bonita troca de passes, João Pedro pelo lado esquerdo serviu Leonardo que emendou direto o chute, mesmo sem pegar bem na bola foi o suficiente para colocar no canto esquerdo do goleiro Kazuo, 4 a 3.

Na segunda etapa o ritmo da partida seguiu o mesmo, eram duas equipes dispostas a atacar e assim o jogo ganhou em emoção. O Metropolitano chegou ao empate aos 8 minutos com Leonardo que cobrou falta quase em cima da risca da área e colocou no canto esquerdo com muita precisão, foi o segundo dele no jogo, 4 a 4.

O São Paulo quase marcou quando Romarinho ganhou uma bola de presente e com muita rapidez chutou de fora da área, a bola caprichosamente bateu no pé da trave esquerda de André e saiu.

Já com 15’18 de jogo, o São Paulo marcou aquele que seria o gol da vitória. Willian recuperou a bola ainda na defesa, partiu com muita velocidade ao ataque e tocou para João Victor pela esquerda finalizar de primeira e fazer 5 a 4, o segundo dele na partida.

Restando pouco mais de 3 minutos para o encerramento, o Metropolitano passou a jogar com Eliel como goleiro linha, na tentativa de pressionar o São Paulo e sair ao menos com o empate.

E o time da Praia Grande correu riscos, Eliel fez pelo menos duas boas defesas evitando o sexto gol do São Paulo, mas também quase empatou, na melhor chance Vampeta na área pelo lado esquerdo chutou uma bola prensada com a marcação que beijou a trave e saiu.

Mas não deu para o Metropolitano, derrota por 5 a 4 na primeira partida sem o seu camisa 10 ‘Magic Willians’ (camisa herdada por Witinho), que acabou punido por 360 dias das competições da Lidesan pelo ato indisciplinar no jogo contra o Nova Esperança. Será que o Metropolitano vai conseguir superar essa ausência e buscar a classificação? É o que veremos nos três próximos capítulos.

O Metropolitano tem apoio da Marcenaria Náutica, telefone (13) 99723 7119.

FICHA TÉCNICA

SÃO PAULO DO CATIAPOÃ 5 X 4 A.R. METROPOLITANO

Competição: Campeonato Santista Série A
Jogo: 1ª Fase
Categoria: Principal
Data: Terça-feira, 28 de novembro
Local: CFT Barata/Jabaquara, em Santos
Gols: SÃO PAULO: Ranny (2), João Victor (2) e Willian; METROPOLITANO: Leonardo (2), Uryan e Witinho.

SÃO PAULO – Kazuo, Willian, João Victor, Ranny, Romarinho, Alexandre Garrincha, Isaac e Claudio.
Técnico: Julio Lima

METROPOLITANO – André, Giliard, Uryan, Julielvis, Eliel, Witinho, Leonardo, Vampeta, Marcos Roberto e João Pedro.
Técnico: Denilson Spigolon

Associação Recreativa Metropolitano

você pode gostar também Mais do autor

Postar um comentário